• Diogo Martins

Star Wars Comics ed. 1 - Dark Empire

Na nossa primeira parada nessa viagem, vamos visitar Star Wars Dark Empire, a queda de Luke ao lado negro da força, muitos e muitos clones, e o renascimento das HQs de Star Wars.

Então, como havíamos combinado, hoje vamos começar a nossa viagem por esse universo “quase” esquecido que se tornou o antigo Universo Expandido de Star Wars. Todas as quintas-feiras, vou trazer uma obra de HQ no universo de Star Wars que de alguma forma, marcou seus fãs e deixou um legado para essa maravilhosa franquia.


A primeira delas é a série Star Wars Dark Empire, provavelmente a mais importante obra de HQs de Star Wars. Escrita por Tom Veitch e com a fantástica arte de Cam Kennedy, Dark Empire surge como uma continuação à clássica Trilogia de Thrawn, de Timothy Zahn (que também merece uma citação honrosa, mas é uma trilogia de livros, por isso, não vai entrar aqui… por enquanto). Publicada entre dezembro 1991 e outubro de 1992, conta com 6 volumes: The Destiny of a Jedi, Devastators of Worlds, The Battle for Calamari, Confrontation on the Smugglers Moon, Emperor Reborn e The Fate of a Galaxy. A série aparece em uma época um tanto nebulosa dos quadrinhos baseados em Star Wars. Aparentemente o público havia perdido o interesse. Mas, o sucesso da série foi tanto, que a mesma ressuscitou as publicações de Star Wars no formato.


O Imperador Palpatine, convence Luke a abraçar o lado negro da força.

Nela, Luke descobre que o Imperador Palpatine está vivo e, o que foi morto ao final de O Retorno de Jedi, na verdade, foi um clone seu criado com a mescla de tecnologia e poder do lado negro. Muitos outros clones foram criados, o que, basicamente, torna Palpatine imortal. Inexoravelmente, Palpatine consegue convencer Luke de que segui-lo e vir para o lado negro da força é sua única forma de ajudar a galáxia, já que ele, Palpatine, não pode ser derrotado. Luke, então, se torna Supreme Commander Skywalker.


Após conseguir um sabre que pertencia a um Jedi que escapou do expurgo, Leia finalmente chega à cidadela onde estão Luke e o Imperador e, após compartilhar com seu irmão sua ligação com a força, Leia traz Luke novamente para o lado da luz e, juntos, destroem Palpatine, todos os seus clones e a estrutura que os fabricava.


Luke enfrenta um rejuvenescido Palpatine, que assumiu um de seus muitos clones

Conseguem ver algumas semelhanças aqui? Pois é, muita gente diz que Dark Empire foi utilizada como inspiração para a criação da nova trilogia, onde Ben/Kylo Ren substitui Luke e Rey representa Leia. Os criadores da nova trilogia nunca reconheceram se usaram ou não a série como inspiração.


Por hoje é só. Vamos fazer uma pequena pausa em nossa viagem e, na semana que vem, estaremos de volta. Ah! E antes que eu me esqueça, aqui em terras brasiniquins, a obra chegou com o título de Stars Wars Império do Mal. Não é muito fácil encontrar, mas talvez em alguns sebos você encontre.


Bejundas e, que a força esteja com vocês.

Assine a nossa Newsletter 

  • Facebook

O CCQ - Circuito Catarinense de Quadrinhos é um projeto multi plataformas que celebra o universo das Hqs, que conecta fãs de quadrinhos com artistas e criadores.

CCQ ® 2020. Todos os direitos reservados.