• Diogo Martins

Star Wars Comics e o "Universo Expandido"

O agora conhecido como Universo Legends, um dia foi chamado de Universo Expandido e fazia parte do cânone de Star Wars. Venha comigo fazer uma viagem por essa galáxia distante, criada há muito tempo atrás.



Eu fui apresentado à Star Wars um pouco tarde, já era adolescente, por volta de 13 ou 14 anos. Se considerarmos que sou de 1980, isso foi cerca de 10 anos depois do lançamento de O Retorno de Jedi e 16 ou 17 anos depois de Uma Nova Esperança. E vou dizer, sem qualquer constrangimento, não fiquei muito impressionado. Sério, de verdade. Era um bom filme, mas não achei tudo aquilo que meus amigos falavam. Afinal de contas, eram filmes com efeitos bem ultrapassados e bem datados, bem antes da primeira reedição feita por George Lucas. Agora, o mundo que ele criou... Ow boy! Esse me ganhou de cara. Nunca considerei George Lucas um bom diretor, mas como criador de mundos, esse cara figura em um hall muito seleto, como um dos melhores, ao lado de Tolkien e Frank Herbert, na minha humilde opinião.


Eu só me tornei fan boy, um pouco mais tarde. Mas não pelos filmes e sim pelo mundo, pelos personagens, pela mitologia. A chave virou de verdade quando eu descobri o que, na época, chamávamos de Universo Expandido. E no centro desse universo recém-descoberto estavam, basicamente, os quadrinhos.


Star Wars 7, de 1977, pela Marvel Comics, de Roy Thomas e Howard Chaykin.

Este Universo Expandido, que hoje, após a venda da Luscasfilm para a Disney, nós conhecemos como Legends, basicamente se baseava em livros e histórias em quadrinhos (e mais tarde, nos games), todos criados no universo de Star Wars e devidamente aprovados pela Lucasfilm. A coisa ficou tão séria que existia um setor, dentro da Lucasfilm, só para aprovar, ou não, estes materiais que eram produzidos por diferentes empresas, e pelos mais diversos autores. E foi aí que eu me apaixonei. Todas aquelas histórias, todos aqueles personagens, todas aquelas possibilidades. Hoje, como Universo Legends, a Disney encontrou uma forma de tirar eles (e todo o “peso” de anos de conteúdo) do cânone, mas ao mesmo tempo, respeitando a importância que tiveram como uma peça fundamental na construção da gigante que se tornou a franquia Star Wars.


Deles, nasceram arcos e personagens memoráveis, como os gêmeos Jaina e Jacen Solo, filhos de Han e Leia, e irmãos do jovem e tragicamente morto, Anakin Solo. A queda de Jacen e sua transformação em Darth Caedus. A trilogia de Thrawn e, um vilão tão bom quanto e ao mesmo tempo totalmente diferente do próprio Vader. Mara Jade e Ben Skylwalker, esposa e filho de Luke Skywalker, respectivamente. A queda e o retorno triunfal de Luke do lado negro da força, e muitos, muitos outros.


Arte da capa do encadernado de Star Wars Dark Empire, por Dave Dorman, de 1993.

E, como disse, os quadrinhos estavam no centro disso tudo. Verdade seja dita, uma parcela muito pequena deles chegou por aqui. A maioria eu só tive contato muitos anos depois, com o avanço da internet e suas maravilhas “escusas”. E é justamente por isso que resolvi falar um pouco sobre este assunto. Pois, a grande maioria de nós braziniquins, incluindo muitos fãs, nunca tivemos a oportunidade de descobrir essas maravilhas. Claro, nem tudo são Jades (sim, estou olhando para vocês, Yuuzhan Vongs), mas tem muita coisa espetacular aí. Algumas, arrisco a dizer, melhores do que os próprios filmes originais.


Por isso, vou escolher alguns desses materiais e falar um pouco mais sobre eles aqui, nesta coluna. Não pretendo falar de todos os quadrinhos já criados, até porque seria praticamente impossível. Por isso, vou me ater, dentre os que tive a oportunidade de ler, ao que considero o melhor e essencial para entender este universo e de onde vem esta paixão mundial que a franquia se tornou. Então, segura a ansiedade e vem comigo nessa jornada por uma galáxia muito, muito distante, todas as quintas, aqui no site do CCQ Oficial.


Bejundas e, que a força esteja com vocês.


Assine a nossa Newsletter 

  • Facebook

O CCQ - Circuito Catarinense de Quadrinhos é um projeto multi plataformas que celebra o universo das Hqs, que conecta fãs de quadrinhos com artistas e criadores.

CCQ ® 2020. Todos os direitos reservados.