• Carlos Henrique Rutz

O DIA EM QUE ACIDENTALMENTE DEFINI O QUE FAZ UM TRADUTOR

Se você veio até e nunca ouviu o podcast que eu, o Mario Luiz C. Barroso e o Érico Assis temos, chamado Notas dos Tradutores, sugiro dar uma corridinha no seu agregador preferido ou aqui mesmo no site do CCQ, e ouve um episódio que seja, vai te ajudar no restante deste post.

Mas pode continuar, se quiser.

Mas é mais legal se ouvir. Mas pode continuar, se quiser.

Mas...

Mas, se você já ouviu, percebeu que eu sempre defino o podcast na apresentação e na despedida como sendo "...sobre inventar com o trabalho dos outros."

Quando decidimos começar o podcast, o Érico disse que em algum lugar, essa frase deveria ser mencionada, e que ele considera uma ótima definição do que a gente faz.


E de onde veio "Inventar com o trabalho dos outros"?


Em agosto de 2019, o glorioso CCQ, que abraça, nutre, carrega no colo, batiza e põe pra arrotar este site promovia um evento em pleno Beiramar Shoping ligado ao movimento Floripa Conecta, que destacava Florianópolis como cidade criativa.

No mencionado evento, eu tinha um soirée dançante, digo, apresentação, que, segundo fui instruído, seria sobre tradução, mas com algum viés criativo.


Dito isso, p